domingo, 13 de dezembro de 2009

Penha, Arões e grandes trambolhões

Depois de uma noite mal dormida, lá fui ter com o Flecha e com o Atinamem ao ponto de encontro.
Contamos ainda com a Presença do Pinho que veio de Braga pedalar connosco. Ao que parece as voltas em Braga andam com fraca adesão.
Boa disposição reinava, o dia estava óptimo, apenas um vento frio.
Aqui já na longa subida do campo de Futebol de Atães (e não de Arões como lhe chamei a semana passada).
O Pinho anda dedicado às protecções artesanais feitas com recortes de câmaras de ar usadas. Não é que seja adepto dos guarda-lamas mas esta coisa ... também não!
A mesma foto de terça-feira passada. Dois cromos repetidos e um novo.
A luz estava boa para a fotografia.
Pinho na passagem das pedras.

Flecha.
Atinamen.
Na sempre dura subida da quinta dos kiwis.
Três em linha.
"no coments"
Pausa na grande pedra das Pedras Alvas.
Pinho estava a preparar-se para voar.
Atinamen já no singletrack.
Flecha e Pinho.
No fim do singletrack voltamos para trás com objectivo de ainda darmos um "salto" à Penha para conhecermos um outro singletrack que o Atinamen descobriu.
Atinamen na descida das Pedras Alvas
Pinho.
Flecha.
Ainda houve tempo para traçar um novo acesso ao campo de futebol de Atães (sentido descendente).
Pinho.
Eu.
Atinamen, todos na mesma passagem.
Pinho no degrau final.
Atinamen.
Flecha.
Neste salto dedicamo-nos a uma longa sessão fotográfica, até porque tivemos grande novidade ...
... não, não é o Pinho a saltar na sua posição do costume, não ...
... é o Atinamen a saltar! Perdeu o medo e depois ... difícil foi vir embora ...
Fotografia do dia.
Mais um do Atinamen.
Eu a voar baixinho.
Outro do Atinamen.
Pinho.
Meu ultimo, que correu muito bem.
Mais outro do Atinamen para a despedida ...
Depois subimos a Penha e descemos pelo tal singletrack ... muito bom, parabéns ao Atianamen pela descoberta. Vai ser difícil terminar uma próxima volta sem passar por lá!
Houve também tempo para apanhar o teleférico do meio-dia para mostrar-mos a pista de free ride ao Pinho.
Aproveitei para relaxar um pouco durante a subida (se calhar relaxei demais ...)
O meu GPS ultimamente também anda muito relaxado, com frequentes falhas na captação dos satélites, está a dar as últimas ...
Guimarães.
Cabine 25, Pinho, Atinamen e as três biclas.
...
Hoje todos fizemos a prancha.
Flecha a tirar as medidas ao novo obstáculo ... e de facto de cá de baixo a coisa parece mesmo alta.
... de depois: ai vai, sem medo.
Logo a seguir fui eu, mas a fotografia não saiu (obrigado Flecha!)

Pinho, fechou a série.
Como queria ficar com o registo do momento, decidi repetir, mas mais valia não o ter feito. Acho que executei a manobra com excesso de confiança, face à facilidade sentida na vez anterior, e logo a seguir à recepção a Branquinha ganha vida própria e atira-se contra um tronco de uma árvore, sem sequelas felizmente ... atribulado mas valeu a pena!
E seguimos caminho. Flecha no segundo salto, agora primeiro porque tiraram o outro.
Atinamen, ganhou finalmente coragem, e como já vinha com o embalo dos outros saltos, atirou-se para este, e muito bem. Como ele disse: "já começo a tirar verdadeiro partido da máquina nova!"
Pinho, na habitual "frog posicion".
Desta vez fechei e série.
Logo a seguir, no salto do muro da estrada, o Pinho ficou entalado entre duas árvores e eu não tive tempo de parar e fiquei pendurado noutra pelo pescoço.
Foi uma volta animada com quatro encontros imediatos, três meus e um do Pinho, pena a coisa não ter sido mais distribuída.

Rescaldo: anca e cotovelo doridos e pescoço arranhado e muito dorido, vamos ver como acordo amanhã.


Vejam em vamosindodebicla.blogspot.com outra versão da mesma volta.

Um comentário:

Vulcão disse...

Estou a ver que o nível está a ficar muito elevado!
Até o Atinamen já salta...
Temos que voltar ao salto da pedra, "se tu vais eu também vou!"